O que é preciso saber sobre material de construção ?

Como qualquer outra aquisição, a compra de material de construção deve ser efetuada a partir de alguns cuidados. Sempre que possível, consulte um profissional da área, capaz de orientá-lo, obtenha autorizações necessárias junto aos órgãos públicos e informe-se sobre novas técnicas 
e materiais disponíveis no mercado. Após, realize uma pesquisa de preços, através de pedido de orçamento prévio junto às lojas ou de consulta a cadernos especializados de jornais e revistas. Veja abaixo dicas sobre alguns materiais utilizados na construção:

Como qualquer outra aquisição, a compra de material de construção deve ser efetuada a partir de alguns cuidados.   Sempre que possível, consulte um profissional da área, capaz de orientá-lo, obtenha autorizações necessárias junto aos órgãos públicos e informe-se sobre novas técnicas e materiais disponíveis no mercado. Após, realize uma pesquisa de preços, através de pedido de orçamento prévio junto às lojas ou de consulta a cadernos especializados de jornais e revistas.

Veja abaixo dicas sobre alguns materiais utilizados na construção:
Cuidados na hora da compra

ORÇAMENTO:

Solicite informações referentes a formas de pagamento; taxa de juros aplicada; descontos para preço à vista; prazo de entrega; cobrança ou não de frete.

PRODUTO FORA DE LINHA:
Muita atenção na aquisição desse tipo de material. Produtos como pisos, azulejos e louças sanitárias saem de linha com muita freqüência. Por isso, às vezes, acabam tendo preços atrativos para quem compra. O risco de se adquirir tais produtos deve ser bem avaliado pelo consumidor, uma vez que, na necessidade de reposição (seja para complementação ou substituição), pode ocorrer de não existirem materiais semelhantes. 

PRODUTO DE PONTA DE ESTOQUE:
A compra de produtos em ponta de estoque constitui uma boa opção de economia pois normalmente o preço é reduzido em relação ao valor normal de tabela. Entretanto alguns cuidados devem ser observados. 
Verifique se a quantidade disponível é do mesmo lote (código, cor e tonalidade). Ainda se o produto encontra-se em ordem (inteiro, na embalagem original, sem manchas, mistura, etc.). Peça para ver o produto no estoque ou depósito e confira. Se fizer negócio, exija que o mesmo seja separado e marcado como já vendido. Verifique ainda se o produto continua em linha de produção ou catálogo. 

ENTREGA DO MATERIAL NA OBRA:
Confira todo o material, inclusive quantidades e valores. Caso esteja incorreto, não assine o recebimento nem aceite o produto, fazendo uma observação das irregularidades no verso da nota fiscal. Entre em contato com a loja para resolver a questão. Caso não possa estar no local para receber o produto, oriente o responsável (pedreiro, parente, vizinho) para agir dessa forma. Não solucionando o problema, recorra ao Procon de sua cidade ou, caso não exista, recorra à Fundação Procon-SP.

Conferindo a qualidade:

CIMENTO E AREIA:

Verifique o prazo de validade na embalagem do cimento, evitando adquiri-lo com muita antecedência. É comum esse material empedrar quando fica muito tempo guardado, além de poder perder a qualidade quando mal armazenado. A areia pode ser grossa, fina ou misturada e deve ser adquirida de acordo com a necessidade da obra. Ela é vendida em grandes quantidades (por metro cúbico) ou em pequenas embalagens plásticas. Evite comprar material úmido, pois isso pode significar menor quantidade de areia. Verifique também se não há outros produtos misturados à areia, como terra ou pó de serragem, que poderão provocar trincamentos na obra.

TIJOLO E BLOCO 
Tijolos e blocos possuem medidas específicas e você deve exigi-las. Veja quais são elas:

Tumkus - Tijolos
MATERIAL HIDRÁULICO: 
Procure consultar um profissional especializado (encanador), indicado por outras pessoas que já se utilizaram de seus serviços para saber quais são os produtos mais adequados para sua casa. 
Certifique-se de que as conexões adquiridas tenham a mesma espessura das tubulações, para evitar problemas. Atenção para as metragens; algumas lojas fornecem o preço do metro, mas somente comercializam barras inteiras (com 3 ou 5 metros). 

LAJES: 
Verifique se as vigas têm a identificação do fabricante e as marcas para facilitar a montagem. Solicite o manual de instruções. Observe se as medidas são adequadas para o tipo de construção.

TINTAS: 
Observe o prazo de validade e o tipo de tinta mais adequado para o local onde será utilizada. Consulte um especialista para saber a quantidade de tinta necessária, evitando desperdício. Verifique, anote e guarde o código da cor e da tonalidade, itens importantes em eventuais aquisições futuras para reparos. Dispositivos elétricos (fusíveis, disjuntores, fios, cabos, interruptores etc.)
Saiba que esses materiais devem conter o nome do fabricante bem como a tensão (110/220 V) a que se destinam. As partes condutoras de energia elétrica devem ser de cobre ou liga de cobre, não podendo conter material ferroso. A presença de material ferroso no produto pode ser testada através de um imã. Somente os parafusos, rebites, ilhoses, pinos, molas e dispositivos destinados exclusivamente à fixação das partes condutoras ao corpo do produto ou do condutor ao terminal podem ser desse material. 

PISOS E AZULEJOS: 
Anote as medidas dos locais onde serão utilizados os produtos e comprove se na embalagem consta a metragem, ou seja, a área que pode ser coberta por aquela quantidade de peças. Confira o número do lote, que deve ser o mesmo em todas as caixas, evitando variações de cor e/ou tamanho. Tais providências serão úteis, inclusive na necessidade de compras posteriores. Por precaução, compre sempre um pouco a mais, que servirá de reserva.

LOUÇAS E METAIS:
Verifique se na embalagem consta o nome do fabricante, CNPJ e endereço, bem como as instruções de instalação e uso. Fique atento quanto às medidas dos produtos, que devem ser compatíveis com a área onde serão instalados. 

LÂMPADAS, LUSTRES e LUMINÁRIAS:
Os dispositivos devem ter indicada a potência ou a corrente nominal, além do nome ou logotipo do fabricante (especialmente as lâmpadas devem conter, no vidro, carimbo com esses dados). Verifique sempre a voltagem das lâmpadas, que deve ser compatível com a da rede concessionária. Recomenda-se a utilização de lâmpadas fluorescentes em área de grande circulação (cozinha, área de serviço, garagem e banheiro) pois elas duram mais e economizam 
energia.



Material obtido: PROCON-SPwww.procon.sp.gov.br

Pesquisar Produtos

Cadastro de Newsletter

Cadastre-se para

receber nossas

Newsletters com

várias Promoções,

dicas e novidades!

 

Obrigado por

efetuar seu

Cadastro!

 

 

Copyright © 2017 Tumkus - Materiais para Construção. Designed by RN DESIGN